Ver mais detalhes

D. Afonso de Madrigal, apelidado de Tostado, foi um notável tratadista e exemplar eclesiástico que atuou no reino de Castela ao longo do século XV. Considerado por seus coetâneos como um dos homens mais sábios da Igreja em seu tempo, o bispo de Ávila, demonstrando aptidão para as letras e para as coisas da fé desde cedo em sua vida, dedicou-se a produzir volumosos comentários sobre os textos bíblicos, para além de incentivar os estudos e a catequização no reino. Entre outros escritos, encontra-se, publicado pela primeira vez em 1495, um breve tratado de confissão denominado Confessional, voltado a ensinar clérigos e alguns letrados castelhanos a correta condução do rito penitencial. Da mesma maneira, com objetivo de instruir os cristão letrados sobre as matérias da fé, em Exposição da missa, tratado escrito em 1942 e dedicado a D. Álvaro de Estúñiga, Tostado procura esclarecer as partes da Santa Missa, com especial enfoque no sacramento da comunhão. Levando em conta a ampla circulação que os textos de D. Afonso de Madrigal contaram ao longo dos séculos, apresentamos as traduções inéditas de Confessional, cujo texto foi modernizado a partir da edição de 1498, e de Exposição da Missa, datado de 1492.