Pesquisa Operacional – Análise de sensibilidade – Uma abordagem prática

A Pesquisa Operacional (PO) consiste em uma conjunto de métodos e procedimentos que auxiliam os gestores e pesquisadores no processo de tomada de decisão a partir da modelagem de problemas reais. Dessa forma, torna-se possível otimizar processos, determinar rotas conjuntas ótimas, alocar recursos de modo eficiente e construir modelos gerenciais a partir do equilíbrio entre o ótimo produtivo e o ótimo econômico. Um dos métodos mais utilizadas em PO é o Simplex, que em geral, consiste em uma função de otimização (maximizar ou minimizar), acompanhada por um conjunto de restrições comumente descrito por funções lineares com limites superiores ou inferiores. A resolução deste tipo de problema não se limita à solução dos modelos ou obtenção do ponto ótimo e valor ótimo da função objetivo. Em decorrência do rigor técnico e científico, esse tipo de análise permite ao gestor obter informações precisas e cruciais para o processo gerencial. É possível gerar diversas alternativas de resolução quando cogitamos uma diminuição ou aumento dos valores restritivos das funções lineares descritas. Existe ainda a possibilidade de analisar os efeitos, isolados ou em grupo, das modificações realizadas na função objetivo. A ferramenta de análise e interpretação destes fenômenos, denominada análise de sensibilidade, é normalmente um ponto de grande dificuldade para os discentes de cursos de graduação que contém em sua grade curricular a disciplina de PO. Sendo assim, a presente obra nasce com foco nestes tipos de análises, buscando explicitar e propor reflexões sobre as formas de resolução dos problemas, e principalmente detalhando cada efeito na solução do modelo frente às variações ocorridas. Buscamos realmente estabelecer uma obra de cunho prático e didático, que vise auxiliar um estudante de graduação no entendimento completo desta análise tão importante em PO.