Em Cartas para o novo governo sobre educação especial na perspectiva inclusiva, o leitor é convidado a adentrar um compilado apaixonado e urgente de cartas que debatem profundamente a necessidade de uma educação especial verdadeiramente inclusiva. Esta coletânea, cuja ideia original é da professora Vera Lucia Messias Fialho Capellini, reconhecida batalhadora pelo direito à inclusão, traz junto a si um conjunto de vozes que, assim como ela, são defensores fervorosos da garantia do direito de todas as pessoas à educação.

Baseado no conceito de Piaget sobre a cooperação como alicerce do desenvolvimento moral autônomo, o livro destaca a importância de educar sem segregar ou excluir. A obra ilumina a educação especial sob um duplo olhar, onde a especificidade do atendimento converge com a restauração da dignidade daqueles que foram por tanto tempo marginalizados.

Por meio das cartas, o livro enfatiza a urgência de uma formação pedagógica e em áreas humanas que priorize a inclusão desde seus alicerces. Propõe também a valorização dos professores, não apenas em termos salariais, mas também em infraestrutura e capacitação, visando uma educação de qualidade em todos os cantos do Brasil.

Com autenticidade e emoção, os autores convidam o leitor a refletir sobre a necessidade de um país que abrace as diferenças e que veja a educação inclusiva não apenas como um direito, mas como um pilar fundamental para a construção de uma sociedade justa e equitativa. Um convite à empatia, ao crescimento e à transformação.