Ver mais detalhes

Saborear e curar – A chegada do café no mundo luso-brasileiro

O oitavo volume da coleção Memória Atlântica traz à luz quatro registros pioneiros em língua portuguesa de um fruto outrora exótico vindo da “Arábia Feliz”, o nosso tão familiar café. O leitor encontrará nesses documentos, editados entre 1741 e 1814, informações e curiosidades sobre: as virtudes do café como remédio para os males do corpo e os seus benefícios para curar as dores de cabeça e de estômago; os seus efeitos prejudiciais ao sono; os modos de preparo da bebida na época; os cuidados com o plantio, bem como estimativas acerca do futuro promissor dessa planta no território brasileiro. Esses quatro escritos podem ser tomados não apenas como divulgadores da cultura que sustentará o Império brasileiro, mas também como inauguradores de um novo hábito em Portugal e no Brasil: o de beber café. O leitor terá, pois, a oportunidade de conhecer um pouco mais da história desta bebida que marca e demarca há séculos o cotidiano luso-brasileiro. Eis uma outra forma de saborear um cafezinho.