Competência informacional e o uso ético da informação na produção ciêntífica

As bibliotecas universitárias têm um papel importante no desenvolvimento de atitudes positivas e habilidades para a busca, o manejo e

Quick View

A perspectiva de cicloativistas da cidade de São Paulo

Neste livro, os autores empreendem o processo investigativo sobre o discurso cicloativista no contexto urbano. O trabalho tem como objetivo

Quick View

A escrita da história de um lado a outro do Atlântico

A presente coletânea, comemorando uma década de existência do Grupo Luso-Brasileiro “Raízes Medievais do Brasil Moderno, é organizada em torno de um eixo do trabalho conjunto que, ao longo desse tempo, persistiu a despeito da diversidade temática das diversas publicações do grupo: a atenção aos percursos de uma produção escrita e iconográfica (cronística, cartográfica, epistolar, tratadista e legislativa) que ajudou a definir valores e práticas de longa duração no reino de Portugal e nos territórios tomados como suas extensões. As abordagens recaem sobre o papel dos escritos e saberes que atravessaram o mar e de instituições trasladadas que assumiram novas formas e funções, contemplando, desde o ofício dos cronistas e historiadores e o lugar da história no jogo temporal específico em que a prática e os atores se inserem, até as principais escolhas desses que se aplicaram em escrevê-la ao longo de pelo menos 4 ou 5 séculos. O leitor terá a oportunidade de ver esmiuçadas as seguintes temáticas: a genealogia como eixo da organização documental e da memória científica; a moral e a exaltação do poder na base da seleção do que se queria lembrar na forma escrita; a fé cristã como fundamento das ações dos protagonistas das histórias e como medida das descrições legadas; o entrecruzamento de saberes e gêneros na configuração das narrativas sobre o passado; a memória dos santos entre idolatria e historicidade, entre o particular e a universalidade cristã; as relações entre a retórica antiga e a arte e a ciência de cuidar da saúde; a geografia e a etnografia nutrindo uma história escrita que promoveu a interseção entre povos europeus e africanos; e, ainda, as cores e as formas no núcleo das memórias iconográficas partilhadas no mundo reconhecido como luso-brasileiro.

Quick View

Recursos de acessibilidade aplicados ao ensino superior

Todos os autores partilham o desejo de uma universidade inclusiva e propõem recursos que garantem o acesso dos alunos com deficiência a materiais pedagógicos. Para tanto, realizam pesquisas aplicadas e iniciativas nos campos da Comunicação, da Tradução Audiovisual, da Educação e dos Direitos Humanos. Ainda com foco no ensino superior, o livro traz análises da acessibilidade em portais eletrônicos de universidades brasileiras, ampliando, dessa forma, a discussão sobre o tema no segmento. O resultado são produtos diversificados, como audiodescrição de vídeos e imagens, arquivos de aúdio com a narração de documentos científico-acadêmicos, Legendagem para Surdos e Ensurdecidos (LSE), Língua Brasileira de Sinais (janela de Libras), entre outros. Os trabalhos sustentam-se em consistentes balizas teóricas em tradução intersemiótica, linguagem das mídias sonoras, produção cinematográfica, Direito, conformação dos meios digitais e análise de processos pedagógicos. A eliminação das barreiras e a garantia da acessibilidade é o desafio que inspira a realização desta obra.

Quick View

Utilização e avaliação da recepção dos materiais didáticos sobre temas da diversidade

A coleção produção de material didático para diversidade é resultado de um curso ofertado à distância pela UNESP, pelo sistema

Quick View

Uso de linguagens no ensino de temas da diversidade

A coleção produção de material didático para diversidade é resultado de um curso ofertado à distância pela UNESP, pelo sistema

Quick View