Ver mais detalhes

Invenções de vidas, compreensão de itinerários e alternativas de formação

 

Em que limites se pode falar de invenções da vida na sociedade contemporânea? Quais itinerários são construídos? De que modo esses caminhos podem ser conhecidos e indicar novas alternativas de formação? Os textos do presente livro conduzem a pensar sobre tais questões ao acompanhar trajetórias múltiplase específicas, ao assinalar as potencialidades das investigações sobre experiências desse tipo e ao buscar modos de formação mais férteis. Trata-se de considerar os processos educacionais para além das fronteiras técnicas, valorizando as subjetividades, os processos memorialísticos, as histórias de vida e as (auto) biografias. Os eixos que organizam os artigos aqui reunidos deixam entrever essa preocupação, versando sobre experiências de artistas, professores e alunos, bem como sobre a (auto) biografia como espaço de investigação e formação. A coletânea aqui apresentada atenta para a questão do sujeito ao indicar sentidos de experiências, a partir de estudos sobre trajetórias educacionais, profissionais e artísticas.