O livro problematiza o papel do Brasil na América do Sul durante a década de 2000 a partir da análise da dimensão da infraestrutura. Tal período foi marcado por forte ativismo regional brasileiro no tema da integração e na criação de espaços de governança sul-americanos sobre os mais variados temas. O subcontinente, no entanto, não possuiu apenas importância de credenciamento/reconhecimento político do Brasil para atuar globalmente, mas de projeção de interesses econômicos de setores privados do capitalismo brasileiro.

Ano

Páginas

Dimensões

14×21

Formatos

ISBN

Autor

Karen dos Santos Honório

Coleções

PROPG