Designers discutem como a tecnologia influencia na qualidade de vida

A evolução tecnológica proporcionou a melhoria da qualidade de vida, mas vários problemas de interface geram constrangimentos, acidentes e frustração aos consumidores e usuários e preocupam tecnólogos, pesquisadores e entidades de proteção aos consumidores. Em Design e ergonomia: aspectos tecnológicos, lançamento do selo Cultura Acadêmica, Marizilda dos Santos Menezes e Luis Carlos Paschoarelli reúnem trabalhos que abordam diferentes questões, métodos e expressivas demandas para a aplicação da Ergonomia no Design. Problemas que estão em discussão desde o final do século passado, quando os termos “ergonomia”, “usabilidade”, “acessibilidade” e “design universal” tomaram conta das questões científicas em torno do design de produtos e sistemas. Os trabalhos aqui reunidos, todos desenvolvidos no Programa de Pós-graduação em Design da Unesp (Campus de Bauru), ressaltam a importância da aplicação da ergonomia no design de produtos e sistemas, com a finalidade de desenvolver tecnologias para melhorar a qualidade de vida humana. Dividido em doze capítulos, Design e ergonomia: aspectos tecnológicos destaca alguns deles, como os presentes na acessibilidade de equipamentos médico-hospitalares por indivíduos obesos e usabilidade de cadeiras de rodas por indivíduos idosos; avaliações ergonômicas sobre espaços e equipamentos escolares; análises sobre os problemas informacionais em rótulos e bulas de embalagens. Também são abordados, entre outros estudos, os problemas de usabilidade no uso de colete de proteção para atividades policiais, no uso de calçados femininos com salto alto e a usabilidade da poltrona do motorista de ônibus urbano. Sobre os organizadores – Marizilda dos Santos Menezes possui Licenciatura em Desenho e Plástica pela Faculdade de Belas Artes de São Paulo e em Batîment – Ecole Des Beaux Arts Et Arts Appliqués de Nancy (França), complementação em Desenho Industrial pela Faap, especialização em Design, área de concentração em Environnement pela Ecole des Beaux Arts et Arts Appliqués de Nancy (França), mestrado em Tecnologia do Ambiente Construído pela Escola de Engenharia de São Carlos/ USP e doutorado em Estruturas Ambientais Urbanas pela FAU/USP. É professora titular da Unesp. Luis Carlos Paschoarelli possui pós-doutorado em Ergonomia pela Universidade Técnica de Lisboa (Portugal); doutorado em Engenharia de Produção pela UFSCar; mestrado em Projeto, Arte e Sociedade – Desenho Industrial e graduação em Desenho Industrial pela Unesp. É o coordenador do Programa de Pós-graduação em Design da Unesp, câmpus de Bauru.

Dermatologia ganha seu primeiro dicionário produzido a partir de modelos linguísticos

8 de novembro de 2017

Análise sobre processo educativos para trabalhadores da Saúde desvenda as particularidades do SUS

8 de novembro de 2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *