Coletânea apresenta o potencial da Ciência da Informação para a recuperação de dados no contexto tecnológico contemporâneo

As transformações científicas e tecnológicas em todas as áreas de conhecimento alteraram de modo drástico como se armazena, trata e recupera informação e conhecimento, atingindo significativamente os serviços de informação e as bibliotecas. O grupo de pesquisadores, cujos ensaios estão reunidos em A indexação de livros: a percepção de catalogadores e usuários de bibliotecas universitárias, fazem aqui uma abordagem sociocognitiva do contexto de indexação do catalogador em bibliotecas universitárias que inclui como participantes e observadores os usuários, demais bibliotecários e dirigentes. Lançamento do selo Cultura Acadêmica, a obra apresenta o enorme potencial da Ciência da Informação no contexto contemporâneo. Trata-se de saber explorar o conhecimento de seus profissionais e especialistas, que poderão fornecer uma nova visão de suas interações com o meio, de seus procedimentos para a resolução de tarefas, de suas representações acerca do conhecimento assimilado e do modo como organizam seu próprio conhecimento. A indexação de livros realiza a análise de procedimentos, dificuldades e de percepções a partir de três perspectivas: dos princípios da política de indexação na análise de assunto para catalogação (especificidade, exaustividade, revocação e precisão); da indexação no processo de análise de assuntos para catalogação; da linguagem documentária vista pelo conteúdo, forma e uso. Um trabalho que preenche a escassa a literatura sobre a indexação na catalogação de livros na biblioteca e possibilita o aprimoramento de interfaces de busca e, especialmente, de seleção de conteúdos e de seu tratamento para futura recuperação. Sobre a organizadora – Doutora em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo (1992) e livre-docente (2003) em Análise Documentária e Linguagens Documentárias Alfabéticas pela Faculdade de Filosofia e Ciências da Unesp, câmpus de Marília. Atualmente, é professora adjunta da Unesp,. É autora do livro PRECIS na língua portuguesa: teoria e prática de indexação. Atua na área de Ciência da Informação, com ênfase em “Leitura Documentária” para indexação, elaboração de resumos e classificação bibliográfica, utilizando a metodologia introspectiva de Protocolo Verbal em diferentes modalidades.

Dermatologia ganha seu primeiro dicionário produzido a partir de modelos linguísticos

8 de novembro de 2017

Análise sobre processo educativos para trabalhadores da Saúde desvenda as particularidades do SUS

8 de novembro de 2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *