Ver mais detalhes

Um olhar sobre a aquisição do plural nominal em crianças

Este estudo reflete sobre os processos através dos quais a criança se apropria da língua(gem), considerando que tal aquisição implica a constituição do próprio sujeito na e pela língua(gem). O foco principal é a marcação de plural no sintagma nominal feita pela criança monolíngue e bilíngue, que a autora identifica no processo de aquisição do português brasileiro, do francês e de ambas as línguas simultaneamente por quatro crianças.

A partir da observação da fala das crianças, ela levanta inúmeras questões. Por exemplo: a criança também tende a empregar a marca de plural apenas no elemento mais à esquerda do sintagma nominal, como o adulto que fala o português brasileiro? Que elementos (verbais, não verbais, discursivos) podem explicar, na produção oral da criança brasileira, a ocorrência de sintagmas plurais formados por determinante no singular e nome no plural? A produção da criança bilíngue também apresenta esse tipo de sintagma? Como se dá a aquisição e o emprego do plural nominal por uma criança que tem o francês como língua materna?

Estas e outras questões são abordadas em cada um dos cinco capítulos do livro. O primeiro capítulo apresenta o que a autora entende por plural nominal, e delineia um panorama acerca da marcação de plural no português brasileiro e no francês, destacando as similaridades e diferenças entre as línguas. O segundo capítulo traz uma breve revisão de literatura sobre a aquisição do plural, focalizando especialmente os estudos em português e francês, e apresenta o conceito de bilinguismo adotado pela autora. O capítulo 3 aborda as teorias em Aquisição da Linguagem, fazendo referência aos teóricos que fundamentaram as pesquisas sobre o plural e as produções singulares da criança, desenvolvendo, ainda, os conceitos teóricos que norteiam o enfoque da obra. A metodologia é explicitada no quarto capítulo, que traz a descrição do corpus e das ferramentas utilizadas na transcrição e análise dos dados, além da apresentação e justificativa das categorias de análise. No último capítulo a autora analisa os dados observados na fala de cada uma das quatro crianças que participam do estudo.

Formatos

, ,

Ano

Dimensões

Páginas

Edição

ISBN

Coleções

PROPG