Ver mais detalhes

Travestis, territórios e prevenção de aids numa cidade do interior de são Paulo

Por meio de minuciosa pesquisa, o autor procurou compreender as ações realizadas para a promoção da saúde e da qualidade de vida dos travestis que se prostituem em uma cidade do interior de São Paulo, assim como a atitude dos travestis diante dessas ações.
Baseada em técnicas emprestadas à etnografia – que pressupõe o contato inter-subjetivo entre o pesquisador e seu objeto – e na observação do cotidiano dos travestis, a investigação mapeou as interações no mercado do sexo de "Charmosa" (o nome-fantasia da cidade estudada), e também os significados atribuídos pelos travestis ao adoecimento e à saúde, às situações de risco e à AIDS.
O autor verificou ainda como a prevenção da AIDS opera naquela cidade, basicamente a partir da clássica política de disciplinar os travestis e de alargar seu campo de direitos à saúde. Pesquisou também a postura dos representantes institucionais da saúde frente aos dilemas colocados pelas necessidades diferentes dos travestis para uma vida qualificada, e averiguou até que ponto as injunções desses agentes envolvem o cotidiano daqueles profissionais do sexo.

Formatos

, ,

Ano

Dimensões

Páginas

Edição

ISBN

Autor

Thiago Texeira Sabatine (Organizador)

Coleções

PROPG