Experiências pessoais influenciam as escolhas de qualquer ser humano: permeiam suas relações emocionais, tanto quanto suas decisões racionais, e estarão sempre presentes em sua vida, com significados individuais distintos.

Compreender a importância das experiências e trajetórias de vida na formação de professores é a proposta desse livro. A ideia de escrevê-lo surgiu da percepção da coautora Luciana Ceregatto acerca das influências de algumas de suas experiências pessoais em sua opção pela área da Educação Física e, também, da observação das lacunas que haviam ficado ainda durante sua passagem pelo ensino básico: “Notei certo descompasso entre minhas aulas da educação básica (nas quais o professor parecia descompromissado com a aula) e o que aprendi na universidade para atuar como professora de Educação Física”.

Amparado em amplo material de pesquisa, obtido por meio do acompanhamento de aulas e estágios dos alunos, o livro tem como objetivo identificar os aspectos mais significativos das trajetórias de vida pessoal dos estudantes, partindo do caso de uma turma (de 2008) do curso de Licenciatura em Educação Física de uma universidade pública paulista. Com essa investigação, os autores buscam descobrir como os saberes da experiência dos discentes e futuros professores se relacionam com sua prática profissional e, ainda, revelar como os espaços do ambiente universitário influenciam na formação discente inicial.

Com base na análise da pesquisa, eles propõem discussões sobre a prática do ensino superior de Educação Física. Entre os temas, sugerem que se reflita sobre a afetividade como elemento para a formação inicial e uma prática pedagógica que leve em conta dois tipos de compreensão: a de vivência e a de prática de ensino planejada e reflexiva.

Formatos

,

Ano

Dimensões

Páginas

Edição

ISBN

Autor

Luciana Ceregatto (Autor),

Samuel de Souza Neto (Autor)

Coleções

PROPG