O conceito de imitação na ópera francesa do século XVIII

Este livro estuda o conceito de imitação na ópera francesa do século XVIII.
Para tal, observou-se que o conceito de imitação foi muito forte na orientação das artes e da ópera até o século XVIII. A França, nessa época, demorou mais tempo para se distanciar das regras das teorias imitativas do que países como a Itália e a Inglaterra, que já se conduziam por outros paradigmas na orientação das artes, e aqui buscpu-se, no que diz respeito à nação francesa, traçar um panorama dos seus usos e das suas transformações no decorrer desse século.
As teorias imitativas foram observadas na ópera quanto ao sentido estético-musical e ao modo como os seus conceitos eram tratados em meio às reflexões filosóficas do chamado “Século das Luzes”. 
Formatos

, ,

Ano

Dimensões

Páginas

Edição

ISBN

Autor

Rodrigo Lopes  (Autor)

Coleções

PROPG