Roberto Cardoso de Oliveira foi o mestre de uma geração de antropólogos que com ele criaram as instituições de antropologia no Brasil e fizeram a disciplina existir. Suas contribuições intelectuais e pessoais são inúmeras, mas o que permeou sua trajetória intelectual foi a escolha da problemática que o envolveu no início de sua carreira quando trabalhava com Darcy Ribeiro no Museu do Índio no Rio de Janeiro e que serviu de inspiração para intitular esta coletânea: a relação conflitiva entre índios e brancos no contexto do país nos anos 1950. Essa problemática, segundo o autor, que “iluminava a face escura da lua” reverteu uma posição política que considera o índio como selvagem e, portanto, incapazes, fadado ao desaparecimento como o esquema evolucionista.

Ano

Dimensões

Páginas

Edição

ISBN

Autor

Christina de Rezende Rubim (Organizador)