Ver mais detalhes

Educação Infantil Municipal e os Dilemas da Realidade: direito, qualidade e financiamento

ISBN: 978-85-7983-887-3 Categoria

A escola de Educação Infantil, além de tantos aspectos importantes para a vida e desenvolvimento das crianças, deve ajudar essas mesmas crianças a diferenciarem, não pela fala, mas pela ação, o que é ser aluno, o papel do aluno. E isso é possível de se fazer, mas de forma lúdica e real. Não é porque as crianças na educação infantil adoram as brincadeiras de faz-de-conta que também a escola deverá fazer de conta que tem os espaços adequados. A fantasia da criança existe exatamente porque há algo de real que copia enquanto forma para daí criar e recriar o mundo. E não estamos falando em práticas conteudistas a partir de modelos já criados pela escola fundamental, mas de espaços necessários que, inclusive, a escola fundamental, às vezes, não sabe ainda utilizar muito bem.”

É preciso que se caminhe para a ampliação da vinculação da União, dos atuais 18%, para 25%, o que representaria 7% de acréscimo; e, para os estados e municípios, ampliar de 25% para 30%, da arrecadação de todos os impostos. Com essas alterações seria possível a ampliação do atendimento à creche e universalização do atendimento à pré-escola, conforme determinação dada pela Emenda Constitucional nº 59 de 11/11/2009, além das reais possibilidades de melhoria em toda a Educação Básica. Toda é qualquer política para a educação precisa investir na ampliação da rede física para a educação infantil.