Ver mais detalhes

Acervos especiais: memórias e diálogos propõe-se a discutir a gestão e o desenvolvimento de políticas de formação e aprimoramento de coleções especiais, a apresentar ações de preservação e conservação, bem como a estabelecer uma fonte de relatos de experiências sobre acervos especiais em diversos tipos de Unidades de Informação, em especial no âmbito das bibliotecas universitárias públicas paulistas. A conjunção dos termos “memórias” e “diálogos”, que compõem seu subtítulo, aponta a convergência entre a salvaguarda e o ensinamento das experiências passadas, ao mesmo tempo que propõe a necessária abertura para o sempre produtivo diálogo com o futuro.